Raduan Nassar e o Prêmio Camões

raduan-nassar1-1

Não dou muito importâncias aos prêmios, não importa o nome, Jabuti, Oscar, Nobel. Mas sei que eles têm algumas utilidades. A primeira é a promoção pura e simples de uma obra, de um artista ou de alguma ideia que esteja representada nesta obra ou por estes artistas. Por isso, essas polêmicas são tolas: não existe prêmio injusto, o que existe é alguém decidido a valorizar algo diferente do que você valorizaria. Além disto, ajudam a dar algum reconhecimento ao artista. Mesmo na Europa, ou Estados Unidos, artistas costumam ser bem menos reconhecidos do que merecem e isso considerando todo o status pop que vários artistas têm. Então, quando pensamos no Brasil e na Literatura, qualquer migalha é bem vinda.

Por isso mesmo que a atitude do Ministro da Cultura, Roberto Freire é bem pior do que parece. Ele, que deveria representar e defender os interesses da classe artística, dos escritores, resolveu avacalhar o prêmio e o escritor brasileiro que está recebendo toda forma de elogio internacional.

Há quem diga que Freire tem todo direito de defender o governo, já que ele faz parte deste mesmo governo. Mas não é uma questão de direito, não estamos falando de algo criminoso, não há necessidade de advogados. O buraco é felizmente mais em cima.

Era uma festa para o Raduan, conhecido pelo posicionamento público contra o golpe. A plateia estava ali por causa do Raduan, estava em busca de ouvir o que ele pensava e o prêmio reconhecia a sua produção intelectual, que incluí o pensamento político dele. Quando você dá o prêmio a alguém, ela carrega consigo toda sua bagagem, seja a roupa estranha da Björk ou a rebeldia de Sartre. Você aceita e a manifestação política é tão legitima quanto lágrimas e beijos para os filhos e a esposa.

O que Freire fez foi de uma rudez similar ao ateu que insiste em interromper a missa para discutir com sacerdote a existência de Deus. É uma violência, procurando atacar os conceitos e o discurso do outro, neste caso ampliado pelo poder institucional, já que quem estava esbravejando e confrontando Raduan e os presentes era um Ministro. Não é por menos que o discurso de Freire teve momentos agressivos, como quando diz que Raduan não recusou o prêmio, em uma cínica tentativa de desmerecer as convicções de Raduan. Ou quando afirma que o governo estava dando um prêmio para um adversário político, ignorando que o prêmio não é propriedade do Governo Brasileiro, tampouco foi este governo o responsável pela escolha de Raduan. A facilidade com que o ministro tenta usurpar do prêmio e tentar dar uma cateirada para silenciar a plateia chega a ser irônica para quem defendia a inexistência de um golpe.

Não é uma questão se a opinião de Raduan (apenas isso) está certa ou errada. Estamos falando de um representante do governo agindo um cão bravo para retrucar de maneira absolutamente truculenta uma manifestação contrária como se fosse um debate no Facebook e não a cerimônia do prêmio Camões. A defesa de que não vivemos um golpe em 2016 por que não é similar o golpe de 1964 é um argumento viável para o Facebook. Nem todos os golpes e nem todas formas de censura precisam dos militares e de tortura. O que Freire fez foi sim uma tentativa de censura.

Mas Raduan superou o ataque. Fácil. Algumas pessoas parecem pensar que ele se constrangeu com o chilique de Freire. Penso o contrário. O cara é inteligente. Acertou em cheio. Ministro em Exercício. Mostrando os dentes e sorrindo ao mesmo tempo. Ele deve ter adorado expor o descontrole do Ministro da Cultura e mostrar a sua falta de representatividade.

Sim, pois isso é o pior, pior do que o ministro da cultura que ataca a cultura é quando lembramos que esse ministério é o filho rejeitado de um governo que tem problemas para assumir sua própria legitimidade. Que ministros e diretores deixaram a pasta com críticas acirradas. Que vários nomes simplesmente recusaram a pasta.

É pior por que sabemos que não há um Ministério da Cultura.

Ecrasez l’Infame!


#prêmiocamões #raduannassar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s