Uma das críticas mais comuns sobre as adaptações dos contos de fadas produzidas por Walt Disney é a tentativa de deixar os contos mais palatáveis ou açucarados, contrastando com os detalhes, muitas vezes mais macabros ou grotescos nos contos originais. Deixando de lado a estranha preocupação com um conto original de obras da tradição oral…

E assim nas calhas de roda Gira, a entreter a razão, Esse comboio de corda Que se chama coração (Fernando Pessoa)   Os braços indicam as horas e as pernas indicam os minutos e começam a girar, girar, girar… A cidade inteira dorme. Carina acorda e, envolta em uma manta branca bordada com uma rosa,…

A Arte vai bem, nós é que vamos mal

Talvez o aspecto menos surpreendente de toda a polêmica da exposição Queermuseu cancelada pelo Banco Santander tenha sido a atitude do banco. Quando essas entidades investem em grandes projetos culturais não é por uma crença inabalável na cultura, nos seus representantes e significados. É uma ação de marketing e a o patrulhamento do MBL estava…

Enquanto o sono não vem e os dragões dos contos de fadas

Em um mundo feito de citações apócrifas de Clarice Lispector e Voltaire, não chega ser uma surpresa encontrar casualmente citações de alguns autores que são bem menos famosos, como é G.K.Chesterton. Chamá-lo de grande autor pode parecer uma ironia pobre (considerando que seus duelos verbais com pessoas como George Bernard Shaw e H.G.Wells ficaram famosos,…